Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ao encontro das nossas oradoras 0.4 e 0.5

documentado por encontrosdocumentais, em 24.03.14

 

Ana Mafalda Godinho Borralho da Luz é Licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, nasceu a 20 de julho de 1972 é natural de Torres Novas. É atualmente Diretora adjunta do Museu Agrícola de Riachos (M.A.R.) e Casa Memorial Humberto Delgado, é coordenadora pela ADPHNR no NAR (Núcleo de Artistas Riachenses) e é Técnica do Centro de Documentação do Museu Agrícola de Riachos.

Ao longo da sua carreira tem colaborado no estudo e preparação de exposições, participação e organização do 1º e 2º encontro de “O Museu de Iniciativa Local e Sociedade” - Organizado pela ADPHN de Riachos/Museu Agrícola de Riachos, também no Colóquio “Museu e a Ciência Viva” - realizado no Museu Agrícola de Riachos com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Orientadora e coorientadora de vários alunos estagiários de licenciaturas e mestrados do Instituto Politécnico de Tomar e da Universidade de Évora.

É ainda Vice-Presidente da Direção da Bênção do Gado Associação Cultural e da Comissão para a realização da Festa da Bênção do Gado do ano de 2004, 2008, 2012 e 2014 - Sócia Fundadora da Bênção do Gado Associação Cultural.

Membro da Equipa de Animação e Comunicação da Paróquia de St. António de Riachos.

Vice-presidente da A.D.P.H.N.R. de Riachos (Museu Agrícola de Riachos e Casa Memorial Humberto Delgado).

Sócia da A.D.P.H.N.C. de Torres Novas.

Membro representante da Comunidade do Conselho Geral Provisório do Agrupamento Artur Gonçalves de Torres Novas.

Vogal da Direção da Associação de Pais da Escola Dr. António Chora Barroso. (Riachos)

Vogal do Conselho Fiscal do Montepio de Nossa Senhora da Nazaré.

 

 

 

 

Filipa Isabel Mendes Grunho Marto é Licenciada em Educação de Infância, pela Escola Superior de Educação de Torres Novas, nasceu a 15-04 -1981 é natural de Torres Novas.

Neste momento encontra-se a desenvolver o projeto as crianças vivem o Museu nos Serviços Educativos do Museu Agrícola de Riachos. Exerceu como Educadora de Infância no Agrupamento de Escolas de S. Vicente/Telheiras, no Agrupamento de Escolas D. Nuno Álvares Pereira – Jardim de Infância Tomar, Centro ATL “O Pimpolho”, entre outros.

Foi formadora do Pólo de Alferrarede do Centro de Formação de Tomar.

Colaborou como Monitora voluntária nas “Férias Interativas”, projeto a nível das TIC, para as crianças do Ensino Básico, na Pirâmide Mágica em Abrantes.

Voluntária no pré – escolar e no 1.º Ciclo, no Colégio dos Navegantes do Entroncamento e no Centro Social Paroquial do Entroncamento.

Membro do Corpo Nacional de Escutas, na Equipa de Animação da Alcateia de Riachos.

 

 

As nossas oradoras vem falar-nos sobre:" Os serviços educativos do M.A.R. - Projeto as crianças vivem o Museu"

Bem-hajam por terem aceite o nosso convite! 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ao encontro dos nossos oradores 0.3

documentado por encontrosdocumentais, em 21.03.14

 

 

 

Cátia Silva nasceu em 1990 em Vila Franca de Xira. É licenciada em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar. Em 2012 iniciou o Mestrado em Conservação e Restauro, na área dos Documentos Gráficos, no mesmo Instituto.

Neste último ano letivo tem vindo a desenvolver competências na área dos materiais compósitos, com uma peça constituída por diferentes materiais (madeira, papel, têxtil e metal). Tem vindo ainda a colaborar em ações de integração dos alunos do Curso de Conservação e Restauro do Instituto.

Neste momento, encontra-se a terminar o estágio curricular no âmbito do Mestrado anteriormente referido, com o tema URANIA: A Conservação e Restauro de um Teatro de Marionetas dos finais do século XIX.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ao encontro dos nossos oradores 0.2

documentado por encontrosdocumentais, em 19.03.14

 

Leonor Loureiro é conservadora-restauradora de documentos gráficos, formada pela Escola Superior de Conservação e Restauro (1999). Possui mestrado em paper conservation pelo Camberwell College of Arts / University of the Arts London (2003), como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Encontra-se actualmente a desenvolver a sua tese de doutoramento na mesma universidade. Ao longo da sua carreira tem colaborado com diversas instituições, das quais se destacam a Biblioteca Nacional, Instituto dos Arquivos Nacionais / Torre do Tombo, Instituto da Vinha e do Vinho, a Biblioteca da Faculdade de Direito de Lisboa, e o Instituto Português de

Conservação e Restauro / IMC. Desenvolveu inúmeros trabalhos particulares na área de conservação e restauro de papel (desenhos, cartazes, serigrafias, gravuras, entre outros), tendo ainda colaborado em diversas exposições e com a Leiloeira Pedro de AzevedoLda.

Foi bolseira de investigação no Instituto de Investigação Científica e Tropical e

bolseira da FCT / UNL.

Leccionou no Centro de Estudos, Línguas e Formação do Funchal(CELFF) do arquivo Regional da Madeira, e desde 2008,  integra o corpo docente do IPT,  onde  lecciona nos Cursos de Licenciatura e Mestrado  em Conservação e Restauro, na Pós-Graduação em Ciências Documentais, no Curso avançado de Arqueológia e Conservação e Restauro Subaquática e Mergulho Científico e no CET do CEARTE para a formação de Técnicos Especialistas em Conservação e Restauro de madeiras(Escultura e Talha).

É responsável pelo Laboratório de Conservação e Restauro de Documentos Gráficos do IPT.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ao encontro dos nossos oradores 0.1

documentado por encontrosdocumentais, em 14.03.14

 

Luís Mota Figueira, natural de Riachos é diretor, coordenador e docente na Escola Superior de Gestão de Tomar do Instituto Politécnico de Tomar, de vários cursos de Pós-graduação, Licenciatura e Mestrado. Também docente convidado em Cursos da Universidade Nova de Lisboa na Universidade de Cabo Verde e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Tem Pós-Doutoramento em Turismo, na Universidade de Aveiro, Doutoramento em História de Arte, na Universidade de Coimbra, Mestrado e Licenciatura em História de Arte, na Universidade de Lisboa.

É membro do Conselho Científico e do Conselho Pedagógico da ESGT e membro do Conselho Geral do IPT.

É diretor executivo do GESPOGA – Centro de Estudos Politécnicos da Golegã é também diretor técnico do Museu Agrícola de Riachos e Casa Memorial Humberto Delgado.

Colaborador do CEARTE Coimbra e formador do Centro de Formação de Professores de Torres Novas – Golegã.

Tem publicações na área temática do Património, História da Arte, Turismo, Etnografia, Museografia e Conservação do Património Cultural.

Revisor Científico da Revista Turismo & Desenvolvimento da Universidade de Aveiro.

Bem haja por ter aceite o nosso convite!

Autoria e outros dados (tags, etc)


De novo, ao Encontro…!

documentado por encontrosdocumentais, em 13.03.14

Olá a todos!

A nossa próxima sessão de “Encontros Documentais – Museus” terá como principal temática “Conservar e divulgar” e contará com as presenças dos oradores Professor Doutor Luís Mota Figueira da Escola Superior de Gestão de Tomar do Instituto Politécnico de Tomar, a Conservadora- Restauradora de Documentos Gráficos, Mestre Leonor Loureiro responsável pelo Laboratório de Conservação e Restauro de Documentos Gráficos do Instituto Politécnico de Tomar, a Dr.ª Cátia Silva, estagiária no Laboratório de CRDG, a Dr.ª Mafalda Luz Diretora Adjunta do Museu Agrícola de Riachos (MAR) e a Dr.ª Filipa Marto (MAR).

A data: 10 de abril de 2014, pelas 14h, na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires em Vila de Rei.

A iniciativa é organizada pela Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, Arquivo Municipal e Museu Municipal de Vila de Rei.

Pretende-se nesta III sessão proporcionar uma reflexão em torno de temas e problemáticas relacionadas com a preservação, conservação, comunicação e divulgação com o propósito de promover as boas práticas museológicas, de modo a contribuir para a salvaguarda do Património cultural e consequentemente, contribuir para o desenvolvimento cultural integrado da comunidade local, regional e nacional.

E já está próximo o III Encontro! Até lá…

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dos livros para todos à cidadania para todos!

documentado por encontrosdocumentais, em 05.03.14

A Biblioteca Pública no coração da comunidade

a comunidade no coração da Biblioteca Pública:

 

Dos livros para todos à cidadania para todos.

 

Antes o lugar e o meio de transmissão do conhecimento e do saber em todas as áreas das ciências e das artes, focada  na gestão da coleção e do empréstimo massivo, a Biblioteca Pública pretende agora ser um lugar de aprendizagem da cidadania, do eu na relação com o outro, simultaneamente igual e diferente de mim. Um lugar de sociabilização, onde se promove a discussão elevada do conhecimento e das ideias. Um lugar de ampliação da consciência da identidade individual e coletiva. Um lugar de vitalidade intelectual, psicológica e mesmo física.

 

 Um abraço,

VERA OLIVEIRA

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Depósito

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds