Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ao Encontro dos nossos oradores - A02 - Maria do Rosário Morujão

documentado por encontrosdocumentais, em 19.01.17

A importância da arquivística e da salvaguarda patrimonial

A Arquivística passou a fazer parte da vida do homem e da organização dos acervos documentais e das bibliotecas, que apareceram tendo em conta o crescimento dos documentos e da necessidade de conservá-los para perdurar na história da humanidade. Sabemos hoje que a informação pode interessar tanto ao cidadão como ao investigador, sem nunca perder o seu valor primário.

Apesar de recente, o reconhecimento da vocação administrativa dos arquivos pode trazer novas oportunidades aos arquivos e aos arquivistas. Os arquivistas tornam-se efetivos guardiães dos direitos dos cidadãos e agentes activos na gestão da informação.

São estas e outras reflexões que serão abordadas e explanadas pela Professora Doutora Rosário Morujão na sua intervenção destes Encontros Documentais Arquivo, dia 25 de janeiro próximo, na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, em Vila de Rei.

 

Maria do Rosário Barbosa Morujão

Rosario Morujao.jpg

Notas curriculares

Doutorada em História da Idade Média pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde é actualmente Professora auxiliar. Membro integrado do Centro de História da Sociedade e da Cultura, dessa mesma Faculdade, e membro colaborador do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa. Pertence a diversos organismos científicos, entre os quais se destacam: APICES. Association Paléographique Internationale. Culture, Écriture, Société; Commission Internationale de Diplomatique; Instituto Português de Heráldica; SIGILLVM: Network for Research Seals and Sealing: History, Art, Préservation (membro da direcção); Sociedad Española de Ciencias y Técnicas Historiográficas; Société Française d’Héraldique et Sigillographie. Principais interesses científicos: história religiosa e social da Idade Média portuguesa; sigilografia; diplomática; paleografia; edição de fontes; codicologia; história do livro.

É coordenadora do projecto SIGILLVM: “Corpus” dos selos portugueses. 1. Inventariação, catalogação e digitalização da sigilografia eclesiástica secular portuguesa, desenvolvido entre 2014 e 2015, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian e sediado no Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa (http://portugal-sigillvm.net/).

Leccionou durante vários anos cadeiras de Paleografia e Diplomática,  História do Livro, Codicologia e o seminário sobre Bibliotecas e Arquivos Municipais do Mestrado em Política Cultural Autárquica da FLUC. Tem-se dedicado à edição de fontes, com dois trabalhos de maior fôlego nesse campo: a publicação dos documentos relativos ao mosteiro de Celas até 1437 (Um mosteiro cisterciense feminino. Santa Maria de Celas (séculos XIII a XV). Coimbra: BGUC, 2001) e a coordenação da edição dos testamentos do clero das catedrais portuguesas entre 1080 e 1325 (Testamenta Ecclesiae Portugaliae (1080-1325). Lisboa: CEHR, 2010).

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Depósito

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D