Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ao encontro dos nossos oradores. B02 - Fernando Pinto do Amaral

documentado por encontrosdocumentais, em 16.03.16

O Encontro Documental Biblioteca 2016 "Diálogos Intergeracionais" terá como interveniente no primeiro painel, sobre o projecto Ler+ Jovem, o senhor Comissário do Plano Nacional de Leitura, o Doutor Fernando Pinto do Amaral.

 

fernanadopintodo_amaral.jpg

O Plano Nacional de Leitura tem como objectivo central elevar os níveis de literacia dos portugueses e colocar o país a par dos nossos parceiros europeus.

É uma iniciativa do Governo, da responsabilidade do Ministério da Educação, em articulação com o Ministério da Cultura e o Gabinete do Ministro dos Assuntos Parlamentares, sendo assumido como uma prioridade política.

Destina-se a criar condições para que os portugueses possam alcançar níveis de leitura em que se sintam plenamente aptos a lidar com a palavra escrita, em qualquer circunstância da vida, possam interpretar a informação disponibilizada pela comunicação social, aceder aos conhecimentos da Ciência e desfrutar as grandes obras da Literatura.

 

   NOTA BIOGRÁFICA

Frequentou a Faculdade de Medicina, mas abandonou o curso por falta de vocação, virando-se decisivamente para as Letras. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas e doutorado em Literatura Românica, é docente do Departamento de Literaturas Românicas, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, desde 1987. Como poeta, é uma das mais importantes revelações da contemporaneidade em Portugal. Da sua obra poética salientam-se Acédia  (1990, Poesia), A Escada de Jacob (1993, Poesia), Às Cegas (1997, Poesia), O Mosaico Fluido — Modernidade e Pós-Modernidade na Poesia Portuguesa Mais Recente (1991, Prémio de Ensaio Pen Club), Na Órbita de Saturno (1992, Ensaio) e Poesia Reunida (2000). Em 2004 editou o livro de poemas Pena Suspensa e A Aventura no Game Boy (infantil). Em 2006 publicou o conjunto de contos Área de Serviço e Outras Histórias de Amor e em 2007, A Luz da Madrugada (poesia). Publicou O Segredo de Leonardo Volpi (romance) e livro para crianças A Minha Primeira Sophia, em 2009. Em 2012 publicou a coletânea de poesia Paliativos.

Traduziu As Flores do Mal, de Baudelaire, com o que recebeu o Prémio do Pen Club e o Prémio da Associação Portuguesa de Tradutores, e Poemas Saturnianos, de Verlaine. Traduziu ainda toda a poesia do argentino Jorge Luís Borges. Tem colaborado nas revistas LerA PhalaColóquio/LetrasRelâmpago e fez crítica literária nos jornais Público e Jornal de Letras.

Recebeu o Prémio Goya (Madrid), em 2008, na categoria de Melhor Canção Original, pelo seu Fado da Saudade, interpretado por Carlos do Carmo no filme Fados, de Carlos Saura.

É Comissário do Plano Nacional de Leitura desde 2009.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Depósito

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D